IJUSP | MAIA, Denise Diniz
814
post-template-default,single,single-post,postid-814,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,qode_grid_1300,qode-theme-ver-17.2,qode-theme-bridge,pc_unlogged,wpb-js-composer js-comp-ver-5.6,vc_responsive

MAIA, Denise Diniz

Título: Autorretrato:a pintura com expressão da alma
Ano: 2005 | Orientador: Gustavo, Barcellos

Contato do Autor: maiadenise@terra.com.br

Resumo:

Este trabalho surgiu a partir da contemplação de três obras de arte que me provocaram sonhos e a elaboração de várias perguntas, cujo interesse girou em torno dos autorretratos. Além da observação e a reflexão sobre estas telas, procurei buscar a compreensão do tema narcisismo numa visão arquetípica , que ampliasse a noção clássica já tão bem estudada por vários autores.
“ Cada homem que persegue seu próprio destino é um narcisista” – Jung, 1991(1922)
Jung na citação acima fala sobre a pessoa cujo amor por si mesmo leva à necessidade do autoconhecimento. Este é o fio condutor por meio do qual entendo o chamado interno para um processo de individuação.




WhatsApp chat